PLANEJAR suspende inscrições para concurso da Prefeitura de Alagoinhas

A Planejar Consultoria  e Planejamento Ltda EPP, empresa encarregada de realizar seleção pública para a Prefeitura de Alagoinhas, suspendeu temporariamente as inscrições.

A informação está no site da Planejar.

Após denúncias do vereador Radiovaldo Costa (PT) sobre a cobrança a maior dos valores das inscrições e pressão da administração municipal, a empresa não teve outra alternativa e suspendeu temporariamente as inscrições.

Na segunda-feira, se o concurso não for cancelado, a Planejar passará a cobrar os valores constantes do contrato formalizado com a Prefeitura de Alagoinhas, que são menores do aqueles praticados até esta sexta-feira.

Quem pagou a mais deverá ter a diferença devolvida.

Hoje pela manhã, no Centro Administrativo Municipal (CAM), em Alagoinhas Velha, representantes da administração municipal – Sandro Brito, secretário de Administração, Gustavo Carmo, secretário de Relações Institucionais, Ricardo Marcolin, procurador geral, – se reuniram com o vereador Radiovaldo Costa para tratar da questão da seleção pública, com foco, principalmente, nos valores cobrados de forma discrepante daqueles que estão no contrato.

O Alagoinhas Hoje, por intermédio de e-mail, solicitou à direção da Planejar um posicionamento oficial sobre as denúncias do vereador Radiovaldo Costa e os procedimentos adotados para preservar os direitos das pessoas que se inscreveram, mas até o fechamento desta matéria não obteve as respostas aos questionamentos.

Na segunda-feira, de acordo com uma fonte, a administração municipal tomará uma posição oficial, mas a alegação do governo sustenta que  o processo licitatório que resultou na vitória da Planejar cumpriu os trâmites legais.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje