Petrobras e sócios investirão até US$ 500 mi em Libra neste ano

A Petrobras e seus sócios na área de Libra investirão entre US$ 400 milhões e US$ 500 milhões no projeto em 2014, conforme programa de trabalho e orçamento aprovados pelas companhias, informou em comunicado nesta quinta-feira.

O programa de trabalho inclui a perfuração de dois poços com início no segundo semestre deste ano e término previsto para o primeiro semestre de 2015, além de um reprocessamento sísmico de toda a área do bloco.

O orçamento prevê também estudos para uma nova aquisição sísmica usando tecnologia de ponta e para a realização do Teste de Longa Duração previsto para o final de 2016.

O programa e orçamento para Libra em 2014 foram aprovados em reunião do Comitê Operacional realizada na última terça-feira (21).

O consórcio, composto por Petrobras (40%), pela anglo-holandesa Shell (20%), a francesa Total (20%) e as chinesas CNPC (10%) e CNOOC (10%), obteve direito de explorar a maior reserva de petróleo do país após vencer leilão em outubro do ano passado.

A Petrobras acrescentou que o contrato de partilha de Libra estabelece que a fase exploratória do bloco tem duração de quatro anos a contar da assinatura do contrato, realizada em 2 de dezembro de 2013.

Nesse período, o consórcio deverá executar as atividades do programa exploratório mínimo, que prevê os trabalhos mencionados a partir do orçamento aprovado.

Fonte: Folha de São Paulo

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje