Pesquisa avaliou ações que devem ser colocadas em prática pela Assistência Social da Prefeitura de Alagoinhas

Ao invés de avaliar a performance da Secretaria de Assistência Social (opção metodológica que deve ser respeitada, mas questionada), a pesquisa da empresa TECNODADOS perguntou aos entrevistados que medidas nesta área a prefeitura deveria adotar para melhorar a vida das pessoas que precisam do poder público municipal.

A atenção às crianças e adolescentes em situação de risco apareceu em primeiro lugar com 34,40% dos entrevistados.

Outros itens que foram registrados pela pesquisa: assistência aos dependentes químicos (álcool e drogas), 26,80%; assistência ao morador de rua, 10,40%; assistência aos portadores de deficiência física e mental, 9,30%; assistência ao idoso, 8,50%; ações sócio-educativas para os jovens, 8,30%; assistência e proteção à mulher, 2,40%.

Avaliação por área da atenção às crianças e adolescentes como a principal medida a ser adotada pela Secretaria de Assistência Social:

Barreiro: 20,50%

Mangalô: 41,00%

Urbis III: 28,20%

Jardim Petrolar: 47,10%

Miguel Velho: 41,20%

Silva Jardim: 37,90%

Alagoinhas Velha: 36,70%

Praça Kennedy: 26,70%

Rua do Catu: 26,70%

Santa Terezinha: 33,30%

Urbis I e II: 45,20%

Praça Santa Isabel: 30,00%

15 de Novembro: 40,00%

INOCOOP  I e II: 36,80%

Riacho da Guia: 42,10%

Boa União: 22,20%

 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje