Parceria entre Governo e Ford qualifica jovens da rede pública estadual

Comemorando o fim de um ciclo e também o início de uma nova etapa, os 98 estudantes da Turma II do Programa Ford de Educação receberam, nesta quinta-feira (4), o certificado de conclusão de mais de 300 horas de capacitação, durante solenidade no auditório da Secretaria da Educação do Estado, na capital. Todos são alunos de escolas públicas estaduais de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

A ação, resultado do Programa de Responsabilidade Social da Ford Brasil, em parceria com o Governo do Estado e com instituições como o Senai e Sesi, está preparando jovens para o mercado de trabalho, através da qualificação técnica e comportamental. Essa é a segunda turma do programa, que seleciona 100 jovens do Ensino Médio da rede pública estadual, entre 17 e 24 anos. As escolas são convidadas a participar indicando os alunos que apresentaram as melhores notas de português e matemática ao longo do ano. Desses, são escolhidos os que obtiveram melhores desempenhos. Tudo para estimular ainda mais a educação, que começa dentro das instituições.

Segundo o secretário da Educação, Walter Pinheiro, presente na cerimônia de formatura do programa, que foi inspirado no projeto estadual Educar para Transformar, a relação com a iniciativa privada cria novas oportunidades. “Vemos as empresas privadas não só como um campo de estágio, mas também um local de aprimoramento técnico, aliando o conhecimento com a prática. A Ford contribui com a qualificação dos jovens do estado, e também à sua própria, à medida que esses jovens podem trabalhar na empresa. Esse é também o reconhecimento de que a rede pública de educação tem condições de preparar esses alunos com qualidade para atuarem na área que desejarem”, afirmou o secretário.

O estudante Robert Marley, de 17 anos, que na próxima semana começará o curso de História na Universidade Federal da Bahia (Ufba), afirmou que a iniciativa contribuiu para abrir novos caminhos e perspectivas. “Esse programa foi como uma ‘luz no fim do túnel’ para mim, porque com o fim do ensino médio, ficamos um pouco sem perspectiva, sem saber direito o que faremos no futuro. Então o programa foi como um norte, me direcionou para o mercado de trabalho e abriu a minha cabeça para muitas coisas, incluindo a universidade”, contou o formando.

Parcerias

Os formandos passaram 150 horas de capacitação de matérias como comunicação escrita, matemática e lógica, informática básica, comportamento e outros assuntos, e por uma formação de 160 horas para os cursos de auxiliar de eletricista, auxiliar de operações logísticas, auxiliar de mecânico automotivo e administrativo, tudo em parceria com o Sesi e Senai. Para a gerente de ações corporativas da Ford, Adriane Rocha, a formação profissional é para o mercado de trabalho e não necessariamente para a empresa. “Acreditamos que investir na educação é um caminho de garantia a inovação no futuro, preparar os jovens para o futuro é também investir na nossa empresa. E, independente da Ford, essa qualificação serve para a vida desses jovens e é por conta disso que continuamos investindo em programas sociais com foco na educação”, contou a gerente.

Participando de um talk show durante a cerimônia de diplomação dos jovens, o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, falou sobre a importância dessas parcerias com a iniciativa privada. “É importante manter uma relação forte com a sociedade civil, não apenas com as empresas, mas também outras organizações, como universidades, por exemplo. Esse programa é um sucesso e fico feliz de ver as empresas participando de um processo de responsabilidade social, contribuindo com o Governo do Estado”.

Jovens aprendizes

Terminado o curso, todos os alunos têm a oportunidade de passar por uma prova que vai selecionar alguns deles para se tornarem jovens aprendizes na empresa, em Camaçari. Como é o caso de Sidnei Silva, que veio de Araçás, onde os pais trabalham como agricultores, para estudar em Camaçari e agora já cursa Engenharia Mecânica. “Está sendo uma oportunidade incrível porque eu tinha um sonho de trabalhar na Ford, e hoje eu estou aqui, aprendendo cada dia mais. Estou preparado para o mercado de trabalho, não conhecia o processo produtivo e hoje estou feliz e realizado por participar dessa família Ford”, comemorou.

Fonte: Ascom SEC

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje