Ministra diz que Marco Feliciano incita ódio e violência

A ministra Maria do Rosário (Secretaria dos Direitos Humanos) disse nesta segunda-feira (8) que as falas do presidente da Comissão de Direitos Humanos, deputado pastor Marco Feliciano (PSC-SP), incitam o ódio e a violência.

A ministra também cobrou do comando da Câmara e do Ministério Público Federal uma ação contra o deputado.

Há mais de um mês Feliciano é alvo de protestos de movimentos sociais que o acusam de racismo e homofobia e pedem sua saída do posto.

Segundo Maria do Rosário, o país tem como grande conquista dos direitos humanos e da democracia a convivência entre os diferentes.

“É lamentável que a cada dia nos deparamos com mais um pronunciamento, mais uma intervenção que incita o ódio, o preconceito que já ultrapassa as barreiras da comissão na Câmara e diz respeito a todos nós brasileiros e brasileiras”, disse.

Para a ministra, o fato de ser uma autoridade não blinda Feliciano. “Eu faria um alerta: de que não tenhamos intolerância, que tenhamos respeito, a Câmara certamente encontrará uma solução ou o próprio Ministério Público porque incitar a violência e o ódio é atitude ilegal, inconstitucional e as autoridades também estão sujeitas as autoridades da lei”.

Fonte: Folha de São Paulo

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje