Ministério Público instaura inquérito civil para apurar denúncias de vereadores petistas

A promotora de Justiça do Ministério Público, Drª Tereza Jozilda Freire de Carvalho, instaurou inquérito civil para apurar as denúncias dos vereadores petistas Luciano Sérgio e Radiovaldo Costa sobre a sessão da Câmara do dia 27 de Dezembro do ano passado na qual foram aprovados três projetos: reforma tributária, autorização para venda de dois terrenos – Luiz Viana e Rua Carlos Azevedo- e sobre a política municipal dos direitos das crianças e dos adolescentes.

O MP notificou o atual presidente da Câmara de Vereadores, Jorge Mendes (PSB), que respondeu no dia 5 de Junho, embora a data do ofício 04/2013 esteja grafada erradamente, pois a notificação da promotora é datada de 27 de Maio.

Portanto, a resposta  do legislativo não poderia ser do início de Maio. A Câmara de Vereadores, mais uma vez, está confundindo as datas.

A informação obtida pelo Alagoinhas Hoje indica que a promotora não ficou satisfeita com a resposta de Mendes e o notificou mais uma vez para que ele esclareça os fatos ocorridos na sessão de 27 de Dezembro de 2012.

A Prefeitura de Alagoinhas também foi notificada e terá que apresentar sua versão dos fatos que ensejaram a sanção da reforma tributária pelo prefeito Paulo Cezar.

Leia abaixo os documentos aos quais o Alagoinhas Hoje teve acesso.

MP ALAGOINHAS 1

MP ALAGOINHAS 2

RESPOSTA CÂMARA DE VEREADORES MP

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje