Marcelo Odebrecht presta depoimento sobre chapa Dilma-Temer

Começa nesta quarta-feira a tomada de depoimentos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de delatores da Odebrecht, na ação que investiga se a chapa formada por Dilma Rousseff e Michel Temer cometeu abuso de poder político e econômico nas eleições presidenciais de 2014. Processo pode levar à cassação do presidente Temer e à inelegibilidade da ex-presidente Dilma.

De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, o primeiro a ser ouvido é o ex-presidente do grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht. O depoimento está marcado para a sede do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), em Curitiba.

Na quinta-feira (2), serão ouvidos, no Rio de Janeiro, Benedicto Barbosa da Silva, ex-presidente da construtora Norberto Odebrecht, e Fernando Reis, ex-presidente da Odebrecht Ambiental. E, na segunda-feira (6), em Brasília, é a vez de os ex-diretores de Relações Institucionais da Odebrecht Cláudio Melo Filho e Alexandrino Alencar deporem.

O relator da ação de investigação judicial eleitoral (AIJE), ministro Herman Benjamin, corregedor-geral da Justiça Eleitoral, acompanha todas as oitivas. Ele decidiu ouvir os delatores, “para robustecer” seu relatório, que já estava em fase final de preparação.

Ao tomar conhecimento do cronograma com os novos depoimentos, a defesa da ex-presidente Dilma Rousseff disse que “nada tem a temer”. Já os advogados do presidente Michel Temer disseram que não se manifestariam sobre o assunto.

Fonte: bahia.ba

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje