Manuela D’Ávila diz que seguirá candidata

A pré-candidata do PC do B à Presidência da República, Manuela D’Ávila afastou nesta segunda-feira (23) a possibilidade de sair da disputa. Em conversa com jornalistas em Aracaju, ela declarou que o apelo da sigla pela união dos partidos de esquerda não se concretizou.

“Ao que tudo indica, nosso apelo pela unidade não está tendo êxito. Então, o que posso eu fazer se não receber com muita honra o desafio que me foi lançado pelo meu partido e que creio tem sido exitoso”, disse Manuela.

Ao ser questionada sobre o encontro do partido com a presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann, a presidenciável disse que o TSE tem dado sinais de que reconhecerá o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como candidato e negou que o partido esteja disputando votos do petista.

“Nós não disputamos o legado do ex-presidente Lula porque nós o reconhecemos como um candidato legítimo de um partido historicamente aliado nosso, que é o PT. Ao que tudo indica, o Tribunal Superior Eleitoral também reconhecerá essa candidatura e ele disputará as eleições até o seu término”, declarou.

Ao ser questionada, Manuela não negou que teria sido convidada pelo PT para ser vice de Lula. “Pois é, são as discussões que aparecem”, se limitou a dizer. Já sobre a proposta para compor a chapa de Ciro Gomes, foi categórica: “Essa possibilidade não entrou em nosso radar”.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje