Maia decide não comandar sessão que escolherá sucessor na Câmara

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), não vai comandar a sessão que escolherá seu sucessor, segundo informou a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo.

O deputado não admite publicamente a candidatura à reeleição, mas já deixa clara sua decisão de, no dia da votação, não estar sentado na cadeira — que deve ser ocupada pelo vice, Waldir Maranhão.

“Não tenho nenhuma expectativa de presidir uma sessão em que eu possa disputar”, disse. Sem saber disso, o centrão se preparava para pedir que a Justiça impedisse Maia de comandar a eleição.

O Planalto quer ver o tamanho com o que o centrão sairá da disputa da Câmara para medir o quanto deverá ceder ao grupo nas próximas votações.

 

Fonte: bahia.ba

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje