Luiz Argolo já deve ter falado mais do que se sabe

A notícia de que o ex-deputado federal Luiz Argolo (licenciado do Solidariedade) revelou a investigadores da Lava Jato que o então ministro Mário Negromonte deu um Rolex de presente ao ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, outro investigado na Operação que apura desvios de recursos na Petrobras, deixou políticos baianos que com ele conviviam aterrorizados.

Desde a prisão de Argolo, a avaliação geral era de que ele não teria estrutura emocional para segurar o tranco da cadeia ou dos interrogatórios sem abrir a boca e contar tudo o que sabe, enfim, se transformar num delator privilegiadíssimo do Petrolão sob uma perspectiva baiana, isto é, envolvendo alguns personagens importantes da Bahia que ainda permanecem sob as sombras no Petrolão.

O noticiário apenas confirma a tese. Mas quem conhece Argolo e teve a oportunidade de conversar sobre o assunto com o ex-deputado antes de ele ter sido preso assegura que ainda há muito por vir, que ele não poupará os “peixes grandes” e que, inclusive, já pode ter falado tudo o que sabe. O MP e a Polícia Federal é que estão vazando aos poucos.

Fonte: Política Livre

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje