Jazida de minério de ferro encontrada em Alagoinhas pode chegar a 600 milhões de toneladas

Estudos apontam possibilidade de maior teor de pureza do minério de Alagoinhas

A mineradora chinesa YOFA está prospectando minério de ferro no Quizambu, zona rural de Alagoinhas, e a expectativa dos investidores é começar a retirada comercial da “goethita” no próximo ano.  A empresa informa que todos os cuidados técnicos e ambientais estão sendo tomados para garantir a sustentabilidade do negócio.

Segundo Wilson Nassif, que coordena os trabalhos da empresa em Alagoinhas, a prefeitura tem proporcionado o apoio necessário para o início da comercialização do produto. “O nosso segmento exige muitos investimentos, tempo de maturação e aprofundados estudos técnicos para avaliar (e elevar) a pureza do minério e os melhores processos para a comercialização”, salienta Nassif.

A empresa registrou no Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) sete áreas que totalizam 13 mil hectares de terras, a maior parte em Alagoinhas, e uma faixa menor no município de Inhambupe. “Os estudos geofísicos foram realizados apenas na primeira área por um especialista da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e indicam a possibilidade de existência de uma jazida de 600 milhões de toneladas”, informa o técnico, que atua há décadas no segmento de mineração.

Alagoinhas oferece, por sua localização estratégica, boas condições para o escoamento do produto – linha férrea disponível para o transporte da carga até os navios que levarão o produto para a China (e outros países) e proximidade do Porto de Aratu, que fica a cerca de 100 km da jazida.  A jazida da empresa na Amazônia está a 650 km do porto mais próximo.

A empresa está trabalhando com dois laboratórios – Rio de Janeiro e Paraná – visando ampliar o nível de pureza do minério encontrado na primeira área, que é de 52% para em torno de 60%, agregando assim maior valor comercial ao produto

Maurílio Fontes ( com a colaboração de Júlio Augusto)

Exclusiva

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje