Janot reconstitui cena do crime e caminho da propina

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, fez uma reconstituição da cena do crime e dos caminhos da propina ao apresentar denúncia ao STF (Supremo Tribunal Federal) contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Cunha nega as acusações.

A denúncia contra Cunha é consistente. Não se baseou apenas nas palavras de Júlio Camargo, lobista e delator da operação Lava Jato.

Os investigadores obtiveram provas de uma reunião do presidente da Câmara com Júlio Camargo e com Fernando Baiano, que está preso em Curitiba e é acusado de ser lobista do PMDB na Petrobras. No encontro, em setembro de 2011, eles trataram de uma propina de US$ 5 milhões para o peemedebista. Há registros de ligações telefônicas e informações sobre o local, o dia e a hora dessa reunião.

Também foram apresentados depósitos feitos para uma igreja evangélica frequentada por Cunha que teria sido usada para lavagem de dinheiro. Os investigadores obtiveram movimentação financeira que aponta o caminho da propina.

Janot diz que Cunha apresentou várias versões para justificar requerimentos que teriam sido usados para pressionar uma empresa e um lobista a pagar propina.

O efeito político da denúncia do procurador-geral é demolidor para Cunha. Será difícil ele se sustentar na presidência da Câmara. Cunha é o primeiro presidente da Casa a ser denunciado ao STF (Supremo Tribunal Federal) no pleno exercício do cargo.

Por ora, Cunha é o político mais importante atingido pela Operação Lava Jato. Além de negar as acusações da Procuradoria Geral da República, ele promete resistir no cargo.

Temendo um ataque do presidente da Câmara, o governo comemora discretamente a denúncia de Janot. Na avaliação do Palácio do Planalto, o enfraquecimento de Cunha também enfraquecerá a tese de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Já a oposição vê um grande aliado perder força justamente numa hora em que contava com ele para tentar derrubar Dilma.

Fonte: Blog do Kennedy

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje