Grupo ligado ao MSTS protesta no bairro de Michel Temer em São Paulo

temer

Um grupo de manifestantes liderados pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MSTS), formado também por militantes da CUT e estudantes, realizou um protesto, no domingo (22), perto da casa do presidente interino Michel Temer (PMDB) em São Paulo, situada no Alto de Pinheiros, bairro nobre da capital paulista.
Durante o ato, marcado por gritos de “Fora Temer” e pedidos de convocação de novas eleições, os manifestantes picharam muros de casas e tentaram entrar em passeata na rua do peemedebista. No entanto, foram impedidos pela Polícia Militar.

Antes, o grupo estava concentrado no Largo da Batata, há cerca de três quilômetros da residência do presidente interino. Lá, os líderes do protesto discursaram e cantaram palavras de ordem contra o novo governo.
Na ocasião, Temer já havia retornado para Brasília. Guilherme Boulos, líder do MTST, reforçou a tese de que os movimentos sociais não darão paz ao governo. “Não tem arrego. Ou sai o Temer ou não vai ter sossego”, cantava o ativista do alto de um caminhão de som. Boulos prometeu ainda manter ruas do bairro ocupadas.

Fonte: Correio 24h

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje