GM encerra produção de Classic em São José dos Campos

A montadora americana General Motors antecipou o fim do acordo firmado para produção do modelo Classic, na fábrica de São José dos Campos. Com isso, 897 colaboradores da Montagem de Veículos Automotores (MVA) vão ser desligados da empresa. A notícia veio a partir de uma reunião, na sexta-feira, no Sindicato dos Metalúrgicos de São José. As informações são do Diário de São Paulo.

O contrato que venceria em dezembro terá o próximo dia 30 como nova data de término. Os trabalhadores, que estavam de licença remunerada até o fim de agosto não voltarão aos seus empregos, pois a direção da GM afirma que o modelo não tem mais sua montagem economicamente viável. A produção passou de 800, em 2008, para 150 veículos ao dia em 2013.

Com o pacto quebrado, o sindicato promete acionar a Justiça para que os empregados sejam mantidos. Por outro lado, a GM discursa que vai ressarcir os quatro meses restantes do acordo com uma compensação a ser combinada com o sindicato. Em São José, há cerca de 6 mil empregados, nas sete unidades de produção do complexo.

Já há uma mobilização do sindicato para que haja protestos contra a medida tomada pela montadora. Irá acontecer uma assembleia na próxima quarta-feira (21), às 10h, na própria sede dos metalúrgicos para definir as diretrizes da tentativa de revogação.

Fonte: Terra

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje