EUA: xerife de condado não colocará bandeira a meio-mastro por Mandela

Ao falar aos Estados Unidos por ocasião da morte de Nelson Mandela, o presidente Barack Obama lembrou o legado do histórico líder da África do Sul e determinou que as bandeiras americanas fossem colocadas a meio-mastro em sua homenagem. Mas quem passar pela delegacia do condado de Pickens, no Estado da Carolina do Sul, poderá encontrar a Star Spangled Banner balançando acima de todas as outras nações afora.

“A bandeira a meio-mastro é destinada ao sacrifício dos americanos por seu país”, disse o insurgente xerife Rick Clark, responsável pela segurança do condado. “Nós não devemos jamais nos desviar disso”, frisou, explicando sua decisão de desrespeitar a decisão de Obama e negar a homenagem simbólica Mandela.

Neste sábado, a bandeira americana está a meio-mastro – decisão de Clark para homenagear um policial local morto recentemente, e deve permanecer assim até parte do dia de amanhã em função do feriado de Pearl Harbor. Mas depois ela será erguida, garantiu o xerife, ignorando a decisão do presidente de manter as bandeiras a meio-mastro até a próxima segunda-feira.

A bandeira a meio-mastro é uma homenagem simbólica, e o descumprimento da medida não prevê penalização, segundo a lei americana.

Fonte: Terra

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje