Empresa de Alagoinhas assume terceirizados do SAC e transição aflige trabalhadores

Os trabalhadores terceirizados do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC) recorreram ao ex-deputado estadual Heraldo Rocha (DEM) para denunciar a confusão causada por conta de uma troca da empresa para a qual trabalhavam.

Segundo eles, a terceirizada da qual faziam parte, a PH, prestou serviços ao estado até o dia 20 de maio, quando encerrou suas atividades.

No dia seguinte, 21 de maio, os mesmos foram readmitidos por uma outra terceirizada, a AML. Contudo, segundo os funcionários, a PH não “baixou” suas carteiras de trabalho e a AML (desde que entrou em cena) assinou as respectivas carteiras.

Alegando estarem com seus vencimentos em atraso, os terceirizados paralisaram suas atividades na manhã desta quarta-feira até a resolução deste impasse, que se deu no fim da manhã após reunião no SAC Barra entre a SAEB e o sindicato da categoria.

A AML, nova gestora dos trabalhadores terceirizados das unidades do SAC, é uma empresa com sede em Alagoinhas, que atua no Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE).

 

Política Livre com Alagoinhas Hoje

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje