Dono de avião usado por peemedebista tem patrimônio de R$ 78 milhões

Dono do avião usado na campanha do deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) à presidência da Câmara, Newton Cardoso (PMDB-MG), chamado de Newtão, é um dos deputados mais ricos da Casa.

Com patrimônio declarado de quase R$ 78 milhões, o ex-governador de Minas foi acusado, em 2009, de não ter informado os valores corretos à Justiça quando disputou -e perdeu- uma vaga no Senado, três anos antes.

O deputado havia declarado R$ 12,7 milhões, mas no processo de divórcio sua ex-mulher disse que avaliava o patrimônio dele em R$ 2,5 bilhões.

As polêmicas com a ex-mulher, a ex-deputada Maria Lúcia Cardoso (PMDB-MG), não pararam por aí. Ela já o acusou de agredi-la e, após a separação, conseguiu uma pensão de mais de R$ 100 mil.

O deputado chegou a ser condenado a dois anos de prisão por peculato, acusado de superfaturamento na desapropriação de um imóvel quando era prefeito de Contagem (MG). A pena prescreveu e foi considerada extinta.

No governo de Minas (de 1987 a 1991), sofreu processo de impeachment na Assembleia Legislativa após acusações de corrupção. Com apoio da maioria dos deputados, manteve o cargo.

Fonte: Folha de São Paulo

Newtão já foi considerado “dono” do PMDB em Minas, mas perdeu prestígio ao sair do governo.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje