Denúncia sobre utilização irregular de caminhão do PAC gerou racha no grupo do prefeito de Aramari – Exclusiva

Denúncia publicada pelo Alagoinhas Hoje no dia 2 de Junho sobre a utilização de um caminhão do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) por dois prepostos da Prefeitura de Aramari para o transporte de cevada, segundo uma fonte, gerou racha no grupo do prefeito José Carlos Alves do Nascimento (PDT).

A informação foi repassada ao site no início da noite de ontem, logo após o final do encontro político realizado no Hotel Áster pelos partidos que fazem oposição ao governo petista na Bahia.

A fonte afirmou que a matéria obteve grande repercussão e abriu oportunidade para críticas internas no grupo político que comanda a Prefeitura de Aramari. “O clima não está nada bom”, revelou o interlocutor.

Alguns componentes do grupo, de acordo com a fonte, não aceitam a exposição negativa do município – presença da Polícia Federal, rejeição de contas, denúncias sobre o comportamento inadequado do alcaide –  em parte da mídia alagoinhense.

Como sempre faz, o prefeito tentará desmentir o fato em emissoras de rádio. Mas a situação existe e a tendência é aumentar o nível de insatisfação dos correligionários.

A Câmara de Vereadores, que tem a obrigação constitucional de fiscalizar o Executivo, precisa apresentar seu posicionamento ao distinto público e aos cidadãos de Aramari. Quem cala, consente as arbitrariedades, o uso indevido do patrimônio público  e os descuidos com o erário.

Existe conivência da Câmara de Vereadores de Aramari com os desmandos?

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje