Décimo terceiro salário é opção para pagar imóvel

imoveis

O pagamento do décimo terceiro salário é uma excelente oportunidade para quitar parcelas atrasadas do financiamento da casa própria. Mas especialistas alertam que quem estiver pensando em usar os recursos para pagar parcelas ainda por vencer devem ter cautela. Investir o dinheiro pode ser mais vantajoso quando não se pode quitar o saldo devedor.

“A principal preocupação deve ser regularizar as parcelas em atraso. Principalmente nos casos de imóveis adquiridos pelo Sistema de Financiamento Imobiliário (SFI), que permite aos bancos se apossar de imóveis em débito em um prazo muito curto”, afirma o presidente da Associação de Mutuários de São Paulo e Adjacências (Amspa), Marco Aurélio Luz.

“A lei que criou o SFI (em 1997) só fez beneficiar os bancos”, completa Luz. Ele afirma que em casos de atraso de uma parcela, o título pode ser levado a cartório em até 15 dias. E no próprio cartório pode ser feita a transferência da titularidade do imóvel em favor da entidade que financiou a compra. “No caso de imóveis do SFH, o processo é mais demorado, mas normalmente apenas imóveis populares são financiados por esse sistema”, afirma.

O educador financeiro Robinson Trovó concorda. “Se você tem uma dívida, é sempre importante que a maior parte desse dinheiro vá para quitar isso. Por isso, a minha recomendação é que a pessoa pegue 70% do valor recebido e empregue no pagamento de dívidas ou, caso esses 70% não sejam suficientes, acumule com esse fim”, afirma o criador da Trovó Academy.

Ele recomenda que os outros 30% restantes sejam separados para um fundo de emergência (20%) e para a busca de um projeto de independência financeira (10%). Marco Aurélio da Luz, da Amspa, lembra aliás que o pagamento do Imposto Predial Territorial (IPTU) pode ser um bom destino para parte do 13º salário.

“O dono do imóvel tem que lembrar que o ano começa com a obrigação de pagar impostos”, afirma o presidente da associação paulista. Em algumas cidades, como Salvador, a prefeitura oferece desconto de até 10% para quem paga a cota única no vencimento.

Outros usos

Favorável ao adiantamento de parcelas, Luz sugere calma na avaliação dessa possibilidade, já que o financiamento pode levar 35 anos. “Neste caso o aconselhável é dar um sinal no menor valor possível”, diz. Cético sobre os benefícios de pagar antecipadamente as parcelas do financiamento com os recursos do décimo-terceiro, o economista baiano Edval Lantulfo acredita que, se não for para pagar parcelas em atraso ou amortizar o principal da dívida, não vale a pena usar o dinheiro extra no imóvel.

“Para quem ganha até R$ 5 mil, o 13º vai quitar de cinco a dez parcelas. Isso é muito pouco em relação ao total do financiamento. É melhor usar o dinheiro para realizar algum projeto pessoal, como uma viagem”, pondera.

Lantulfo ressalta que o uso do 13º para quitar dívidas do imóvel pode fazer sentido quando, junto ao FGTS e outros recursos, permita amortizar o principal da dívida. “Se não for para isso, não vai haver redução significativa no valor das parcelas”, afirma.

Luz, da Amspa, acrescenta que, nos casos de parcelas atrasadas, a Caixa muitas vezes não aceita a quitação parcial. “Se você deve quatro parcelas e se dispõe a pagar três, o banco pode não aceitar”, afirma o presidente.

Robinson Trovó considera positivo começar o ano com um fundo extra feito a partir da economia do 13º salário. “Esse fundo ajuda no momento em que surgem os imprevistos, isso faz com que você não contraia novas dívidas”, afirma o consultor.

Segundo ele, 10% do décimo deve ser usado para o dono do imóvel começar a investir na busca pela independência financeira. “As pessoas acham que investir é difícil, mas não é verdade”, diz.

Usos do décimo na casa própria

Entrada – Pode auxiliar na diminuição do valor do financiamento. Porém é preciso avaliar com calma, em muitos casos as parcelas podem chegar até 35 anos, neste caso o aconselhável é dar um sinal no menor valor possível

Na planta – É melhor não quitar o imóvel adquirido na planta logo ao fechar o negócio. Isso protege quanto aos possíveis atrasos na obra

Antecipação de parcelas – Ao diminuir o saldo devedor, você pode ter suas parcelas futuras diminuídas. Já se você quer usar o 13º para quitar o financiamento, o recomendado é negociar com a financeira e pedir um desconto do valor, ou abater os juros

Fundo de reserva – Aproveite a quantia para fazer um fundo de reserva, que servirá para pagar despesas extras na aquisição da casa própria, que inclui o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano do imóvel); o ITIV (Imposto sobre Transmissão Intervivos de Bens Imóveis)

Parcela das chaves – Use o décimo-terceiro para o pagamento da parcela das chaves, na reforma do imóvel ou na compra de móveis.

Fonte: AMSPA

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje