De volta à tribuna, Nilo se solidariza com Lula e ataca Temer

Em seu primeiro discurso após deixar a presidência da Assembleia Legislativa, o deputado Marcelo Nilo (PSL) defendeu o ex-presidente Lula (PT) e atacou o presidente Michel Temer (PMDB), ao comentar os ataques feitos à ex-primeira-dama Marisa Letícia, falecida na última sexta-feira (3).

Nilo abdicou de sua candidatura a presidente um dia antes da eleição na Assembleia, após ficar evidente um racha na base do governador Rui Costa (PT). Candidato único, o deputado Ângelo Coronel (PSD) foi eleito presidente, com o apoio do senador Otto Alencar (PSD) e do vice-governador João Leão (PP), ambos aliados de Rui. Coronel também teve o apoio da oposição, liderada pelo prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM).

“Esta morte da senhora Marisa Letícia mostrou coisas inacreditáveis, que jamais imaginei ver em um ser humano. Um procurador de Justiça de Minas Gerais, Rômulo Paiva Filho, disse nas redes sociais ‘tomara que essa peste morra para que eu possa tomar um champanhe’. […] Ou quando eu vejo uma atriz como Luana Piovani dizer que é draminha de Lula, talvez ela não saiba o que é conviver com a esposa mais de 40 anos. Talvez o político que eu tenha mais ojeriza e desprezo é o atual presidente Michel Temer, mas jamais desejaria a morte de qualquer semelhante”, discursou Nilo.

O deputado, porém, em outro momento elogiou Temer, e também o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), por visitas feitas ao petista no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na última semana.

Fonte: bahia.ba

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje