Audiência Pública marca fundacão da AMA Alagoinhas

No dia 09 de agosto de 2017, foi empossada na Casa Legislativa a diretoria da Associação de pais e amigos dos autistas – AMA Alagoinhas. O momento foi fruto do requerimento 048/17, de autoria do vereador Luciano Almeida, que realizou recentemente outra audiência para discussão do tema.

A mesa foi composta por Jecilene Rezende, mãe de uma criança autista, Adilson Araujo, Conselheiro da Igreja Jesus Cristo dos Santos dos últimos dias, Carla Reis, primeira dama do município de Alagoinhas, Tessa Sagot, subsecretaria de saúde, Padre Freddy, fundador da Pastoral do Menor de Alagoinhas, Ivone Castro, diretora da Associação Pestalozzi de Alagoinhas, Tâmara Thiala, fonoaudióloga e Jean Mutti, subsecretário de educação.

Após compor a mesa, Luciano Almeida proferiu algumas palavras sobre o Transtorno do Espectro Autista e esclareceu que a formação da Associação de pais e amigos dos autistas – AMA Alagoinhas, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, tem como objetivo unir forças para discutir políticas públicas que melhorem a condição de vida desse público: “Precisamos discutir e criar meios para que a inclusão de fato aconteça e para que a nossa cidade possa evoluir em relação a integração e adaptação social de todos”.

O vereador convidou Jecilene, que como mãe de autista falou da importância da criação da AMA para o município de Alagoinhas, de inclusão social (apresentando países que possuem práticas inclusivas, a exemplo da Finlândia), da lei brasileira da inclusão da pessoa com deficiência, e citou exemplos de ações realizadas no Brasil que podem servir de inspiração para a Associação no sentido de promover cada vez mais a quebra de preconceitos e vencer os obstáculos enfrentados pelos autistas. Jecilene apresentou o trecho de um filme de título Temple Grandim, que trata da biografia de uma jovem autista que tinha sua maneira particular de ver o mundo, se distanciou dos humanos, mas chegou a conseguir, entre outras conquistas, defender seu doutorado.

Tâmara Thiala trouxe para reflexão questões relacionadas a linguagem e comunicação, assim como dados importantes sobre o Transtorno do Espectro Autista, como o fato por exemplo de estar mais relacionado ao sexo masculino, na proporção de 4 meninos para 1 menina. Apontou também a necessidade urgente de pais, profissionais e da população em geral compreenderem melhor o tema já que, segundo dados, a cada 45 crianças nascidas no ano de 2025, uma será autista.

O vereador Luciano Sérgio desabafou: “A realidade precisa ser enfrentada, reconhecida e respeitada”, colocando o seu mandato à disposição da luta contra o preconceito. O vereador Pastor Lins saudou a todos e parabenizou Luciano Almeida pela iniciativa: “Eu fico muito feliz por estar fazendo parte da história dessa casa e, em especial hoje, dessa audiência…”. O vereador Anderson Baqueiro complementou: “Não tenho dúvida que a formação dessa associação está trazendo uma esperança que não tem tamanho para cada um de vocês, pais e mães, amigos, primos das pessoas com necessidades especiais…”.

Após a fala, Luciano Almeida passou a palavra para a primeira dama Carla Reis, convidada pelo vereador para ser a madrinha da AMA – Alagoinhas. Carla cumprimentou os presentes, falou da sua felicidade em assumir a função e agradeceu o convite, se colocando à disposição em contribuir com a Associação e no apoio à causa. “Não é uma causa só de alguém que tem alguma criança ou parente com necessidades e sim uma causa de todos nós”, reforçou.

Na ocasião, foi lido na íntegra pelo subsecretário de educação, o Estatuto da AMA – Alagoinhas e na sequência, empossada a 1ª diretoria, formada por: Jecilene do Nascimento Rezende, presidente, Julimar Reis de Santana Santos, vice-presidente, Rosenildo Loguinho de Souza, secretário geral, Maria Cristiane Salviano Pinho, diretora financeira, Luciana da Silva Santos, diretora do projeto.

O vereador autor da Audiência desejou boa sorte direcionando a fala para a nova diretoria: “Eu hoje saio aqui desse evento renovado e muito mais empenhado, eu só tenho a agradecer a vocês por estarem me dando oportunidade de me tornar uma pessoa melhor e poder contribuir um pouco para minorar o sofrimento, as angústias e poder ser ponte para buscar benefícios para essas ações coletivas”.

Com orgulho, após a posse, complementou: “Tivemos aqui um seminário sobre autismo e inclusão e eu disse naquele momento que eu não queria fazer uma promoção momentânea para sair bem nas fotografias e não dar continuidade nas ações”, reafirmando o seu compromisso e passando a palavra para Jecilene que empossou Alex Cruz, como diretor de comunicação da AMA e Rosimeire da Silva Santos como diretora de eventos.

 

 

Fonte: Ascom da Câmara Municipal de Alagoinhas/Foto: Kekeu Barreto

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje