Ativista social de Cardeal da Silva contesta versão da Polícia Militar

O ativista social Gilmar Ferreira, que acusou o subtenente Gilson Cruz de agressão, negou a versão apresentada pela PM e publicada pelo Alagoinhas Hoje.

Ele confirmou que foi agredido e disse que as câmeras existentes na entrada do prédio da Prefeitura de Cardeal da Silva podem comprovar as agressões verbais e físicas.

Inconformado com a versão divulgada pela PM, Ferreira fez contato com o site e ratificou todas as informações repassadas ao Alagoinhas Hoje no início da semana.

O site, ao fazer jornalismo de verdade, tem se colocado à disposição tanto do ativista social quanto da PM para que ambos apresentem suas versões.

Não nos cabe afirmar quem tem razão, até porque a reportagem do site não esteve presente no momento dos acontecimentos.

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje