Alagoinhas registra seu maior número de vagas com carteira assinada dos últimos 10 anos

Alagoinhas está entre os três municípios baianos que mais geraram postos formais de trabalho no período de janeiro a novembro de 2019. Entre demissões e contratações, o saldo positivo foi de 2.811 novas vagas, atrás apenas de Salvador e de Camaçari, segundo dados do Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged/MTE).

Esse resultado representa uma marca histórica para a cidade, que começa 2020 com seu maior número de empregos já gerados nos últimos 10 anos. No passado, o município costumava apresentar mais desligamento que contratações, como por exemplo em 2015 e em 2016, quando o município somou mais 1,5 mil demissões, fechando aqueles anos no negativo.

Mas do segundo semestre de 2017 para cá, as políticas adotadas pela gestão municipal trouxeram novas projeções para o cenário econômico da região. Assim, em maio do ano passado, Alagoinhas foi considerada a segunda cidade da Bahia que mais abriu vagas de emprego com carteira assinada, de acordo com o Ministério do Trabalho. Já em dezembro de 2019, o município contou com a geração de 400 empregos diretos, resultado da inauguração do Atakarejo. As ampliações das linhas da Heineken e da Itaipava também geraram números positivos para a empregabilidade, impulsionada através de práticas da gestão municipal com foco na desburocratização de processos para a chegada de investimentos na criação de redes de oportunidades e de cenários favoráveis para a economia local.

Para o prefeito Joaquim Neto (DEM), isso é reflexo dos resultados positivos da gestão, que visam garantir que a economia se mantenha em um patamar de avanço. “Na contramão à realidade de muitos municípios brasileiros, Alagoinhas lidera também o ranking em tempo recorde de viabilidade para empresas e sabemos que a chegada de novos estabelecimentos significa geração de emprego e renda para as famílias que aqui residem. Então são medidas adotadas de forma integrada pela nossa gestão com foco em expandir, estimular e ampliar a cadeia produtiva local, potencializando o crescimento da cidade no cenário baiano”, ressalta o gestor. De acordo com a administração municipal, esses números apontam para a consolidação do município como polo de desenvolvimento do estado.

Fonte: BN 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje