Alagoinhas não terá transporte coletivo e intermunicipal no Dia Nacional de Luta

Quando raiar a quinta-feira, Dia Nacional de Luta, Alagoinhas estará integrada ao movimento nacional.

Os ônibus urbanos e intermunicipais ficarão retidos nas garagens, o comércio estará, provavelmente, com as portas fechadas e algumas secretarias municipais não vão funcionar.

A única garantia é a manutenção dos serviços essenciais, porque a maioria dos trabalhadores paralisará suas atividades.

Mesmo sem o tráfego dos ônibus, os organizadores do movimento esperam um grande número de pessoas, a partir das 7 horas da manhã, na concentração da Praça Rui Barbosa, que se tornou o espaço da cidadania de Alagoinhas.

As rede sociais serão utilizadas na noite de hoje para reforçar a convocação dos trabalhadores.

Comércio

O presidente do Sindicato do Comércio, Benedito Vieira, disse  agora à noite no Programa Opinião, da 93 FM, que as casas comerciais de Alagoinhas funcionarão normalmente amanhã e não há por parte da instituição patronal nenhuma orientação no sentido de fechar as lojas em razão do Dia Nacional de Luta.

De outro lado, Adrião Barbosa Fonseca, presidente do Sindicato dos Comerciários, afirmou no mesmo programa que amanhã não é dia de trabalho e sim de ir para as ruas.

 

 

 

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje