Advogado suspeito de integrar quadrilha de tráfico é preso

policia-civil_1602207

Uma ação do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), do Ministério Público do Estado da Bahia, com a participação de delegados e agentes da Polícia Civil de Itabuna e Ilhéus, prendeu nesta segunda-feira, 16, o advogado Anderson Sá de Oliveira.

Segundo investigações, o advogado integra um grupo criminoso liderado por Luiz Carlos Gomes Jardim, conhecido por “Luiz Queimado”, que chefia o tráfico em pelo menos 12 comunidades da Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Anderson foi preso por equipes do Gaeco baiano, em sintonia com Gaeco do Rio de Janeiro, que deflagrou nesta segunda a “Operação Capitania”. A ação tem como intuito dar cumprimento a mandados de prisão temporária contra 21 pessoas acusadas de tráfico, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro.

Investigação

Ainda, de acordo com as investigações da “Operação Capitania”, Luiz Queimado e seus comparsas chegaram a planejar o assassinato de uma juíza criminal de Niterói, tentativa de crime que acabou sendo desarticulada pelo Gaeco e pela Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí.

Fonte: A Tarde

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje