Nas redes sociais, cunhada de croata desaparecido na Bahia diz que ele fez contato com a família

A cunhada do turista croata Sandro Pitcek, de 38 anos, postou nas redes sociais uma mensagem dizendo que o croata havia entrou em contato com a família. Piteck desapareceu no dia 25 de dezembro de 2015, no Vale do Capaão, na Chapada Diamantina.

Segundo Huija Olaran, o cunhado ligou para a família na Croácia e disse que está bem e ao mesmo tempo nervoso com toda publicidade que fizeram.

— Acontece que ele nunca respondeu nenhum e-mail nem de sua mãe para dizer que está bem. Somente quando contatamos a Polícia Federal e Interpol é que ele deu um parecer.

Ainda nas redes sociais, Huija disse que Piteck estava com a sua irmã e a família dela no Vale do Capão, mas que no dia 24 de dezembro ele deixou o local sem se despedir.

Caso

O turista croata desapareceu no dia 25 de dezembro de 2015, segundo informações da PF (Polícia Federal). Ele foi visto pela última vez, no Vale do Capão, na Chapada Diamantina, com sua companheira brasileira e sua filha. Após essa data, Piteck não manteve mais contato com a família, nem respondia aos e-mails a ele enviados.

Ainda de acordo com a PF, a família do turista informou que esse não é um comportamento condizente com o perfil dele. Apesar de falar pouco o português, Piteck conhece bem a região e costuma vir ao Brasil, atualmente para passar alguns meses no Vale do Capão.

A PF informou ainda que o turista estava de posse de um veículo Renault Logan cinza escuro, que deveria ter sido devolvido à locadora no dia 9 de janeiro, porém a devolução não aconteceu até a presente data.

A representação da Interpol na Bahia pode ser acionada através dos telefones (71) 3338-4589 / 4568 / 4550 ou enviada para interpol.srba@dpf.gov.br.

Fonte: R7

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje