Trabalhadores da Fácil paralisam atividades e se reúnem na Biblioteca Municipal

Os trabalhadores da Fácil Serviços, empresa de terceirização de mão de obra da Prefeitura de Alagoinhas, paralisaram na manhã desta  quarta-feira suas atividades e estão reunidos na Biblioteca Municipal, localizada na Praça Rui Barbosa, para discutir os encaminhamentos que serão tomados ao longo do dia.

A Fácil não pagou os salários de Junho, não cumpre suas obrigações trabalhistas em relação ao pagamento regular das férias e não oferece condições adequadas de trabalho aos funcionários.

O Alagoinhas Hoje denunciou as irregularidades praticadas pela empresa com comprovação documental.

Segundo fontes do site, a empresa é utilizada pela administração municipal para “abrigar” gente do interesse do governo, que recebe mas não trabalha, enquanto os verdadeiros trabalhadores, em condições precárias, passam por diversas humilhações.

O Ministério Público precisa dirigir sua lupa para a Fácil Serviços, empresa que se acostumou a praticar irregularidades, supostamente, com a conivência da administração municipal, que possui elementos de sobra para romper o contrato de prestação de serviço, mas até agora não tomou uma atitude mais contundente contra a empresa na defesa dos trabalhadores.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje