Supremo Tribunal Federal quebra sigilo de investigação sobre Cunha

O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou, nessa sexta-feira (08.05), a quebra de sigilo da investigação sobre Eduardo Cunha aos advogados do presidente da Câmara dos Deputados. A decisão foi proferida pelo ministro Teori Zavaski, relator da Operação Lava Jato no STF.

Ao longo de toda a semana, os advogados de Cunha tentavam obter o conteúdo dos dados recolhidos pela Procuradoria Geral da República a respeito do suposto envolvimento do deputado no esquema de corrupção na estatal.

Na terça-feira (05.05), o STF autorizou a apreensão de registros do sistema de informática da Câmara para buscar evitar que eventuais provas contra Cunha fossem destruídas. A partir da data, os advogados do deputado passaram a exigir as informações recolhidas.

Fonte : iG

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje