Secretaria aborda Educação no Campo com representantes de Escolas Família Agrícola (EFA)

Com o objetivo de debater a Educação no Campo e novas formas de apoio às Escolas Família Agrícola (EFA), o secretário da Educação, Walter Pinheiro, recebeu, nesta segunda-feira (24), representantes destas unidades de ensino. O encontro visa valorizar e fortalecer a Educação no Campo, buscando novos projetos pedagógicos e uma maior inclusão de jovens e adultos nas diversas modalidades.
Pinheiro falou sobre a importância deste diálogo. “Estamos buscando, por meio de discussões e uma maior aproximação, formas de consolidar ações que qualifiquem os professores e beneficiem os estudantes do campo. Analisar como, por meio de jurídico, podemos aumentar nossa contribuição para fortalecer esta oferta em toda Bahia”, afirmou.
Educação Campo – Na Bahia, a Educação no Campo está presente nos 417 municípios, em 705 escolas e 595 anexos. A Secretaria da Educação do Estado já vem desenvolvendo ações estratégicas para ampliar o acesso das populações do Campo à Educação Básica. Dentre elas está o Ensino Médio por Intermediação Tecnológica (Emitec) que beneficia 21.120 estudantes que moram em áreas remotas da Bahia, em 414 localidades de 150 municípios. A Secretaria também desenvolve o Programa Estadual de Apoio técnico financeiro às Escolas Famílias Agrícolas (EFAs), a formação de professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental das escolas do campo, formação de professores que atuam em escolas/classes multisseriadas – PRONACAMPO/Escola da Terra, implantação do Programa de Bibliotecas Rurais – Arca das Letras e outras.
Estiveram presentes à reunião, o superintendente de Políticas para a Educação Básica, Ney Campello, e José Barreto Bittencourt, coordenador de Articulação com os Núcleos Territoriais de Educação (NTE).
Fonte: Ascom SEC

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje