Professores de Lauro de Freitas param e ocupam prédio

educação lauro-de-freitas

Os trabalhadores municipais da educação de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), decidiram paralisar as atividades a partir desta terça-feira, 2, devido o atraso nos salários.

A categoria fez um protesto durante esta manhã em frente ao prédio da  Secretaria Municipal de Governo (Segov), na Estrada do Coco para pressionar o Executivo a quitar o débito, que segundo a categoria, não se limita apenas aos servidores da educação.

De acordo com o Sindicato dos trabalhadores em educação do município de Lauro de Freitas, uma comissão foi recebida pelo Secretário Municipal da Fazenda que informou que a prefeitura não fará o pagamento. Por isso, em assembleia durante a manifestação a categoria resolveu paralisar as atividades.

O salário deveria ter sido pago na última sexta-feira, 29. Com faixas e palavras de ordem ‘Fora Temer, Fora Márcio,’ os trabalhadores reivindicaram o pagamento dos salários, a volta da escolha direta pela comunidade escolar de diretor e vice de escola, a antecipação da primeira parcela do 13º salário, que antes era pago em junho.

A reportagem tentou contato com a prefeitura de Lauro de Freitas, mas não obteve sucesso.

Fonte: A Tarde

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje