Prefeitura instaura barreiras de restrição nos acessos à cidade

Visando o controle e prevenção à COVID-19, a Prefeitura de Alagoinhas adotou medidas mais rígidas nas barreiras sanitárias. Desde esta segunda-feira (04), somente quem morar ou estar a trabalho, transportes de cargas e mercadorias, e pacientes que tenham exames ou consultas em clinicas e hospitais podem entrar na cidade.

Foto: Heloísa Gomes/SECOM

De acordo com a determinação, prevista no decreto municipal nº 5.245, para passar pelas barreiras, é necessário apresentar comprovante de residência, contrato de locação de imóveis, comprovante de vínculo empregatício, requisição de exames/consultas, carteira de trabalho, crachá ou escalas com identificação da empresa.

As barreiras estão localizadas nas entradas pela Avenida Ayrton Senna e Joseph Wagner, e a ação ocorre em parceria da Secretaria de Saúde (SESAU), Guarda Civil Municipal (GCM), Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), Secretaria de Serviços Públicos (SESEP), de Infraestrutura (SECIN) e com apoio da Polícia Militar. As entradas na cidade pela Paulo Afonso, BR101 e Bairro Mangalô foram interditadas.

Das 8h às 19h, equipes escaladas em turnos fazem a triagem na qual é exigida o uso da máscara para todos os ocupantes, condutores e passageiros são submetidos à aferição da temperatura com termômetro corporal a laser e respondem a questionários relacionados ao estado de saúde. Aqueles que apresentarem sintomas, como febre, e forem moradores da cidade, são encaminhados para monitoramento pela Vigilância Epidemiológica Municipal.

A abordagem só não é feita em veículos oficiais, ambulâncias, viaturas de Polícia, veículos a serviços de saúde das cidades circunvizinhas e em vans que transportam pacientes para hemodiálise.

Fonte: SECOM PMA

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje