Prazo para aposentado do INSS fazer prova de vida termina hoje

O recadastramento de aposentados e pensionistas do INSS chega a reta final. Os segurados que ainda não fizeram a prova de vida têm somente esta terça-feira para atualizar os dados com a Previdência Social. O prazo termina no último dia útil do ano em que os bancos funcionam para atendimento ao público. Segundo o levantamento do INSS feito dia 18 deste mês, 1,1 milhão de segurados ainda não se apresentaram para concluir o processo. Somente no Estado do Rio 85.187 pessoas estavam com pendências.

Quem não fizer a atualização de dados nas agências bancárias terá o pagamento do benefício suspenso pelo instituto. O INSS garantiu ontem que não haverá extensão de prazo para os aposentados e pensionistas que não fizerem a prova de vida. Desta forma, hoje é a última chance para que não tenham os pagamentos suspensos pelo INSS. Os depósitos só voltarão a ser normalizados após a renovação da senha bancária.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) divulgou comunicado no começo do mês destacando que as instituições financeiras funcionam para atendimento ao público até hoje. O Ministério da Previdência havia determinado como prazo final para o recadastramento o dia 31 de dezembro. Após o alerta feito pelo DIA, o INSS informou que vale o período de funcionamento dos bancos, ou seja, até o dia 30.
Em campanha recente, o INSS intensificou a necessidade de os segurados que ainda não atualizaram os dados procurarem a agência bancária em que recebem os benefícios mensais para formalizar o procedimento. O objetivo é evitar que eles fiquem sem receber os benefícios.

O procedimento é feito nos bancos onde os aposentados recebem mensalmente, sem necessidade de ir ao posto do INSS. Os aposentados e pensionistas precisam apresentar documentos de identificação com foto, como a identidade, a carteira de trabalho ou a de motorista. Os bancos que possuem a tecnologia da biometria podem usá-la no recadastramento de senha.

Ao longo da atualização, as instituições financeiras comunicaram para os seus correntistas como fazer a prova de vida. No Itaú, por exemplo, o segurado pode usar o guichê de caixa de qualquer agência do banco apresentando o documento especificado e o cartão. No Banco Bradesco, os beneficiários receberam mensagens em comprovantes de saque com cartão e nas consultas de benefícios, saldos e extratos. O banco também usou a biometria nas máquinas de autoatendimento para o recadastramento.

Fonte: iG

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje