Praça J.J. Seabra “pede socorro”

A praça J.J.Seabra, um dos mais importantes espaços públicos de Alagoinhas, abandonada pelo governo do ex-prefeito Paulo Cezar, pede socorro aos novos gestores da prefeitura.

Sem manutenção adequada, a praça vem se degradando ao longo do tempo e o descaso, se persistir, resultará na impossibilidade das pessoas transitarem na parte interna da J.J. Seabra.

A obra de requalificação da praça, mesmo para leigos, não apresenta grande complexidade e nem exige investimentos incompatíveis com o caixa da Prefeitura de Alagoinhas.

A Secretaria de Infraestrutura precisa elaborar um programa factível de recuperação das praças de Alagoinhas, começando pelas principais – J.J. Seabra e Rui Barbosa -, situadas no centro da cidade, e incluindo outras localizadas nos bairros da sede municipal. E  também da zona rural.

A situação das duas praças é um péssimo cartão postal para Alagoinhas e depõe contra a imagem do município. Qualquer pessoa que chegue à cidade, para lazer ou trabalho, necessariamente, até por curiosidade, transitará na J.J.Seabra e na Rui Barbosa.

E não verá (ou constatará) nada de bom.

Mãos à obra, secretário de Infraestrutura. Mãos à obra, prefeito Joaquim Neto.

Em uma cidade tão carente de espaços de lazer, se bem cuidadas e requalificadas, as praças poderiam se tornar espaços para convivência social, geração de emprego, renda e oferta de lazer.

Fotos: Praça J.J. Seabra – Alagoinhas Hoje – 11.05.2017.

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje