Justiça decreta ilegalidade da greve dos professores

greve aplb

A Justiça baiana decretou, nesta quarta-feira, 9, a ilegalidade da greve dos professores da rede municipal de ensino, que acontece há cinco dias. A decisão é da desembargadora Sandra Inês Moraes Rusciolelli Azevedo, que determinou o retorno imediato dos docentes às atividades, com multa diária estabelecida em R$ 50 mil em caso de descumprimento. A decisão judicial atendeu ao pedido da Prefeitura.

Segundo a vice-coordenadora da Associação dos Professores Licenciados da Bahia (APLB), Marilene Betros, o sindicato da categoria ainda não foi notificado pela Justiça. “Não recebi nenhum comunicado oficial, soube através da imprensa. Assim que formos notificados, tomaremos as providências cabíveis. Nos reuniremos para decidir o que será feito”, disse Marilene.

Embora a assessoria de comunicação da prefeitura tenha informado que mais de 60% das escolas estão funcionando normalmente, mesmo com a deflagração da greve iniciada no último dia 2, a APLB rebateu a informação. “Não confirmamos esse dado. O que parece é justamente o contrário, que 60% das escolas estão com atividades suspensas, mas já estamos fazendo o levantamento para termos a noção exata” defendeu.

Os professores planejam realizar protesto em frente à Secretaria Municipal de Educação de Salvador na manhã desta quinta, 10. Na sexta, 11, haverá assembleia com representantes da categoria no Ginásio dos Bancários, na ladeira dos Aflitos.

Reividicação

Na última segunda, 7, os professores que aderiram ao movimento se reuniram no estádio de Pituaçu com a vice-coordenadora da APLB, Marilene Betros, para discutir a pauta de reivindicações, entregue ao secretário municipal da Educação, Guilherme  Bellintani, no início deste mês

Na pauta, os professores exigiram além de cláusulas econômicas, a implementação universal da reserva da jornada, conforme Lei 11.738 de 2008, que assegura ao profissional de educação tempo para planejar, preparar aula e corrigir provas.

Fonte: A Tarde

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje