Geddel critica vazamento de suposto acordo de delação de Funaro

A defesa do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) criticou o vazamento do suposto acordo de delação premiada firmado por integrantes do Ministério Público Federal (MPF) com o doleiro Lúcio Funaro e disse que o peemedebista recebeu a informação com a “mais absoluta tranquilidade”.

“Diante da lamentável divulgação do suposto acordo de delação premiada firmado com Lúcio Bolonha Funaro, ao arrepio da disciplina legal, que determina o sigilo do procedimento, o senhor Geddel Vieira Lima reafirma sua mais absoluta tranquilidade, por ter a inequívoca certeza de que eventuais alegações que sejam formuladas contra si, no bojo da alegada delação, jamais serão comprovadas, eis que invariavelmente lhes faltará a verdade”, disse o advogado Gamil Föppel, por meio de nota.

Ainda conforme o defensor, não é possível “conferir mínimo grau de credibilidade às vazias palavras de um delator, até porque, no meio de longas negociações para redução de sua pena, por vezes, acaba por se entregar à ficção, em ato desesperado para ver-se imune pelos seus malfeitos”.

 

Fonte: bahia.ba

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje