Estado e universidades aprovam criação de consórcio pela melhoria do ensino superior

Reitores e representantes de dez universidades e institutos tecnológicos, estaduais e federais, aprovaram, com unanimidade, a criação de um consórcio permanente de instituições públicas de ensino superior com o Governo da Bahia. A proposta foi definida em reunião com os secretários estaduais da Educação, Osvaldo Barreto, e de Ciência, Tecnologia e Inovação, Manoel Mendonça, nesta quinta-feira (16), na sede da Secretaria da Educação, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador.
A princípio, o consórcio atuará em quatro eixos – a cobertura digital, que busca dotar o Estado de rede de banda larga; a implementação de Parques Tecnológicos que contribuam para o desenvolvimento das diferentes regiões; a formação de professores para a educação básica; e o compartilhamento de recursos, laboratório, pessoal e equipamentos entre as instituições.
“Esperamos que, a partir de agora, com esta articulação, possamos construir uma agenda comum para o desenvolvimento científico e tecnológico do estado”, afirma Osvaldo Barreto. Ele ressaltou a importância da parceria para a melhoria da qualidade da educação básica – foco principal do programa Educar para Transformar, lançado recentemente pelo governador Rui Costa. O secretário destacou a necessidade da formação multidisciplinar dos professores para atender aos desafios futuros da educação.
Já Manoel Mendonça acredita que esta “instância poderá contribuir para a política de ciência e inovação e para a ampliação da infraestrutura de banda larga frente às novas demandas do Estado”. A proposta será apresentada ao governador com a assinatura de Memorando de Entendimento para formalização do consórcio.
Participaram da reunião e decidiram pelo consórcio os reitores e representantes da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), Universidade Federal Sul da Bahia (UFSB), Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (Ifba).
Fonte: Secom Bahia

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje