Empresas buscam jovens talentos para programas de trainee

Proporcionar a recém-formados a oportunidade de conhecer diversas áreas de uma empresa por um período de até dois anos: essa é a ideia dos programas de trainee, que prometem mentoria profissional para jovens.

“É um programa de formação, de aprendizado, não é uma vaga como outra qualquer”, explica Margot Azevedo, vice-presidente da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-Bahia). “Antes de se inscrever, é preciso que o jovem entenda quais são as exigências da empresa, inclusive quanto a uma mudança de local de trabalho, e não sair se inscrevendo a rodo”, alerta.

Um programa de trainee foi exatamente o que trouxe Felipe Bratfisch, 31, a Salvador. Na Ambev há seis anos e meio, a possibilidade de ir a todos os cantos do país não assustou o publicitário. “Passei dois meses de treinamento em Minas, depois em Diadema (SP), depois na capital, e no começo do ano passado vim para cá. Me considero mais completo por ter morado em vários lugares do Brasil”, explica. Ele conta que escolheu a rota do trainee porque era uma porta de entrada para iniciar a carreira na empresa, com acompanhamento diferenciado. Hoje, é gerente de marketing da região Norte-Nordeste.

Liliane Rosa, especialista em seleção na regional Nordeste da Ambev, explica que o programa trainee “busca um perfil generalista: pessoas jovens, inovadoras, dinâmicas e em busca de desafios”, diz. A empresa não determina número de vagas nem área específica de graduação no processo seletivo: a exigência é que o candidato tenha até dois anos de formado e inglês fluente.

A mudança de área de atuação é outra possibilidade que os programas de trainee oferecem, já que proporcionam ao candidato uma visão ampla da empresa. Foi o caso de Yasmin Brandão, 24, engenheira eletricista que atualmente é trainee no Santander, em São Paulo. “O setor financeiro está passando por uma grande transformação, ver o que o banco está fazendo de diferente nesse novo contexto me interessa, além de mexer com números e dados”, diz Yasmin, que deixou a Bahia há alguns anos para estudar na Universidade Estadual de Campinas e se formou no ano passado.

Capacidade de adaptação

Yasmin considera que a sua capacidade de adaptação foi um fator que contribuiu para ser selecionada. “Eu fiz intercâmbio na França por dois anos, então eles levam isso em conta”, diz. A vice-presidente da ABRH concorda: “É comum que os programas tenham como requisito básico a possibilidade de mudança”, alerta. Apesar de ser um plus, a experiência no exterior não é imprescindível.

Marcelo Orticcelli, diretor de RH do Itaú, diz que “a maioria dos candidatos já teve alguma experiência internacional, mas não é pré-requisito. Já o inglês, sim”, explica, pontuando que um perfil de liderança costuma ser bem visto na seleção, assim como a capacidade de trabalho em equipe. Ele relata que o maior erro dos candidatos é “tentar adivinhar o que nós queremos ouvir. A gente busca a espontaneidade”, diz.

Entre as vantagens do programa trainee estão o acompanhamento próximo do candidato desde o ingresso na empresa. “O trainee já entra como funcionário, tem treinamento e feedback e se prepara para assumir uma função gerencial”, explica Liliane Rosa. “Nós não contratamos para só depois decidir se vai servir ou não”.

Ricardo Bretas, superintendente de RH do Santander, concorda: “Ele já é funcionário do banco desde o primeiro dia. O que existe ao final do programa é a escolha da área em que vai ficar”, explica.

Para se candidatar à empresa certa, Felipe frisa: “O fator de sucesso é você se identificar culturalmente. A empresa tem a ver com você?”.

Programas com inscrições abertas

Santander – O programa dura um ano e requer graduação em qualquer área, inglês fluente e disponibilidade de atuação em qualquer estado. Inscrição até 28/8

Whirlpool – No Brasil com as marcas Brastemp, Consul e KitchenAid, a multinacional seleciona jovens com graduação em qualquer área, exceto saúde, e inglês avançado. Dura 2 anos. Inscrição até 31/8

Redbull – Seleciona, até 31/8, jovens fluentes  em inglês e formados em administração, publicidade, marketing, comunicação, economia ou engenharia. O programa dura um ano

Itaú – Com duração de um ano, o programa busca trainees na área de exatas ou humanas. Necessário inglês e disponibilidade de trabalhar em São Paulo. Inscreve até 4/9

Saint-gobain – No ramo da construção sustentável, a empresa opera em 68 países. É necessário ter se formado em administração,  economia, arquitetura, contabilidade, química, engenharia, estatística, marketing ou  psicologia. Dura um ano e meio. Inscreve até 10/9

Ambev – Com 10 meses, o programa busca jovens  formados em qualquer área. Requer inglês fluente e disponibilidade para residir em outros estados. Inscreve até 15/9

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje