Dilma adia nova leva de indicações de ministros

Presidente Dilma Rousseff fala durante café da manhã com jornalistas no Palácio do Planalto, em Brasília

Diferentemente de 2010, quando fez questão de ouvir o padrinho político durante a montagem do governo, a presidente Dilma Rousseff tem dado pouco espaço para os pitacos do antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, ao escolher os ministros que vão acompanhá-la no segundo mandato, a partir de quinta-feira.

Ontem, esperava-se que o governo confirmasse mais nomes do PT para compor a equipe ministerial, mas, em meio às controvérsias, o anúncio foi adiado para a próxima semana.

Dilma consultou Lula em novembro, e depois não pediu mais opiniões. Na época, ele foi parcialmente atendido. Emplacou Nelson Barbosa no Ministério do Planejamento, mas teve de engolir a escolha de Joaquim Levy para a Fazenda. O resultado é a redução do número de ministros ligados ao ex-presidente no segundo mandato.

Fonte: Exame

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje