Disputa entre cervejas na Copa coloca Ambev contra Ambev

A Ambev SA está colocando sua principal cerveja no Brasil contra a mais vendida da empresa na Argentina em anúncios para a Copa do Mundo que enfatizam a rivalidade entre os dois países obcecados por futebol.

No anúncio de televisão da Skol, torcedores brasileiros atraem os torcedores argentinos para uma casa que depois é fechada e atirada com um canhão de volta para Buenos Aires. A cutucada da Quilmes é mais sutil.

No fim do comercial um narrador diz: “Vocês se arrependerão de nos terem vendido até mesmo um único ingresso”, em referência aos relatos de que a demanda de ingressos para os argentinos superou a oferta.

O fato de que ambas as marcas pertençam à Ambev SA, da Anheuser-Busch InBev NV, torna a estratégia incomum, disse Leslie Farnsworth, CEO da FrogDog, uma consultoria de estratégia de marketing com sede em Houston.

A Inbev, que tem sede em Leuven, Bélgica, também é dona das marcas Budweiser, a favorita nos EUA, e Stella Artois, da Bélgica. As duas equipes, EUA e Bélgica, se enfrentaram no gramado no início desta semana e os belgas venceram os americanos por 2 a 1.

“Brincar com a paixão nacional, especialmente em torno da Copa do Mundo, é algo que faz muito sentido”, disse Farnsworth, em entrevista por telefone.

“Eu não sei de um precedente em que uma empresa era dona de ambas as marcas e decidiu posicioná-las dessa forma”.

Favoritos ao título

Brasil e Argentina estão entre os favoritos para jogar a final da Copa do Mundo. A Bloomberg Sports prevê que o Brasil tem uma chance de 28 por cento de conquistar o título, contra 19 por cento da Argentina.

As duas seleções se enfrentaram pela primeira vez 100 anos atrás — a Argentina venceu — e a rivalidade entre os vizinhos só aumentou de lá para cá.

A publicidade da Quilmes mostra um torcedor brasileiro sendo envolvido em uma bandeira celeste e branca da Argentina após ser vencido e no comercial da Skol os brasileiros cantam que ninguém sabe o hino argentino, por isso eles resolveram inventar um.

A Skol criou outros anúncios semelhantes fazendo graça com ingleses e italianos, entre outros, como parte de sua campanha de marketing “Bem-vindo à nossa redondeza”.

As publicidades mostram os brasileiros dando as boas vindas aos estrangeiros “de forma divertida, utilizando a irreverência e o bom humor característicos do ambiente do futebol, mostrando que o brasileiro é um bom anfitrião, embora nunca perca a piada”, disse a Skol, em resposta por e-mail a perguntas.

“A ideia da campanha foi brincar com as peculiaridades de cada país e em nenhum momento ofender nenhuma nacionalidade”.

Fonte: Exame

Maurílio Fontes

Proprietário, jornalista, diretor e responsável pelo Portal Alagoinhas Hoje